[]
[Obrigado por existir, Bing!]

Aluno Impacta fala de suas impressões sobre o buscador Bing Ads, da Microsoft, empresa onde trabalha

O aluno Juan Nascimento, do MBA em Marketing Digital da Faculdade Impacta, escreveu o artigo “Obrigado por existir, Bing!”, em que fala de suas impressões sobre o buscador Bing Ads, da Microsoft, empresa onde trabalha. Juan fala do desafio de competir com o Google e de mostrar aos usuários que o Bing também é eficiente e traz uma experiência diferente a cada um deles. Confira o texto na íntegra:

Obrigado por existir, Bing!

"Quando se fala de search, o mesmo nome vem à cabeça de (pelo menos quase) todas as pessoas, sejam elas profissionais de marketing ou consumidores. Esse nome é Google. A gigante norte-americana detém o mecanismo de busca mais popular do mundo, e é por meio dele que milhões de pessoas encontram respostas para suas perguntas todos os dias.

O que me intriga, e intriga vários colegas de profissão, é que, de alguma forma, somos reféns do Google. É como se vivêssemos em um monopólio, onde apenas ele joga o jogo do search. E desde sempre, monopólio não é algo bom para os consumidores, assim como jogador que compete sozinho não perde, mas também não ganha.

Desde que eu comecei a trabalhar para a Microsoft, mais especificamente para o Bing Ads, eu me apaixonei, não só pelo produto que eu represento hoje, mas pelo seu desafio: trazer uma experiência diferenciada para o usuário e oferecer uma segunda opção de buscador tão boa quanto a primeira.

Apaixonei-me porque, afinal de contas, qual empresa teria coragem para peitar o Google em um território praticamente conquistado por ele? É, isso é algo para os corajosos!

Eu aceitei o desafio de trabalhar, me aprofundar e mostrar o Bing para o mercado brasileiro - e estou amando! Além de ser benéfico ter um segundo player forte para search, e isso já ser motivo bom o suficiente para eu apoiar o Bing, me impressiona a inteligência por trás do negócio.

Em 2016, por exemplo, a Microsoft apresentou o The future of search, um estudo que mostra as tendências para o mercado de buscas nos próximos anos. Personal, Pervasive and Predictve: os três P’s que irão definir como será o search no futuro. Você pode saber mais no blog do Bing Ads e eu indico a leitura.

E se eu vou querer fazer parte desse futuro? Mas é claro que sim.

Antes de terminar meu depoimento, em que enfatizo que o melhor de ter o Bing no mercado é poder ter mais uma opção de search, gostaria de ressaltar que eu já era um usuário do serviço - hey, Cortana - antes mesmo de trabalhar para a Microsoft.

Portanto, não escrevo esse texto apenas para fazer publicidade do meu local de trabalho, mas porque quero compartilhar a minha visão de como search está crescendo e amadurecendo, e de como é bom ter mais empresas servindo a nós, consumidores, e nos dando o poder de decisão, de escolha.

Então, é por isso que eu digo: obrigado por existir, Bing! E obrigado por topar esse desafio. Estamos juntos!

P.S.: esse texto não tem ligação oficial com a Microsoft."