[]
[Peguei DP, e agora?]

Ter várias provas durante a semana sem nenhum descanso é chato, assim como correr atrás dos professores para tentar aquele meio pontinho tão essencial para não ficarmos de recuperação na disciplina também é. Mas, pegar DP é algo terrível! Pois, além de darmos continuidade ao curso, ainda temos que fazer a matéria da DP, pagar por ela, ver o conteúdo outra vez e ainda “arrastar” esse conteúdo para o próximo semestre, incluindo ele na nossa grade normal do  período, ou seja: a carga só aumenta! http://giphy.com/gifs/29f-JUwErGEDjUCZi Mas também é normal e compreensível, ainda mais em função da vida corrida que levamos e de todos os papéis que desempenhamos: alguma coisa realmente ia ficar “no meio do caminho” e, dessa vez, foi a facul! Por motivos pessoais/sentimentais, por questões e problemas familiares, por causa das horas extras no emprego, porque não entregamos trabalhos, não fomos tão bem naquela prova, ou porque não gostamos muito da aula, do professor ou  porque a aula é em um dia da semana nada favorável... Enfim, são N motivos que fazem com que a DP se aproxime e nos pegue de jeito! Existem aqueles casos, é claro, em que a gente estuda muito, treina, busca assuntos relacionados à matéria e, realmente, se dedica, mas mesmo assim dá errado! Muitas vezes temos dificuldades com certas disciplinas,  até temos facilidade em entende-las, mas na hora da prova somos surpreendidos com aquele branco horrível que, logo em seguida, ao sair da sala é transformado em uma espécie de escâner da prova: quando “vemos” a  avaliação inteira, inclusive as respostas corretas (que não colocamos) de cada questão. Quem nunca? Que atire o primeiro gabarito aquele que nunca passou por isso!  

E aí, não teve jeito: deu ruim: Viramos mais uma vítima da DP!

http://giphy.com/gifs/cheezburger-screaming-cat-kg9t6wEQKV7u8 Fazer o que, né? A resposta é simples: estudar e aproveitar que vamos rever a disciplina de novo e fazer de maneira mais consciente, realmente participando dos temas com vontade e não somente para “limar” de vez a  matéria. É importante lembrarmos que até as disciplinas que achamos mais chatas ou até mesmo “inúteis” em nosso ponto de vista são essenciais para nossa formação. Portanto nada de torcer o nariz para a DP ou para o professor. Vejamos como uma batalha e nos preparemos para a vitória! Veja algumas dicas de como encarar e se livrar de uma vez dela: 1 – Não se martirizar! Sabemos que a notícia pode ser devastadora e que, muitas vezes, nos sentimos injustiçados, péssimos e impotentes, mas isso também é normal. A atitude  é modificar o pensamento e levantar a cabeça. http://giphy.com/gifs/tristeza-alegria-sofrimento-ybf3HCoUkNvIA O importante é reconhecer que algum erro nós cometemos e que agora é hora de mudar a atitude e resolver o problema. Ok?

2 – Não deixar para depois o que podemos fazer agora

Essa frase nunca fez tanto sentido! Ainda mais se tratando de DP, que realmente atrasa, e muito, a nossa vida! Principalmente se elas forem pré-requisitos para cursar outras matérias. Mesmo assim, muitas pessoas acabam cometendo o erro gravíssimo do adiamento. As famosas frases “Ah, depois eu faço!” ou então o “Ah, ainda tenho tempo” podem causar efeitos altamente nocivos na nossa formação! http://giphy.com/gifs/jane-villanueva-jtvedit-jtv-MEySLGjxQak0w  

3 – Dedicação

Fazer a DP com ânimo e vontade realmente não é tarefa fácil! Mas é preciso muita dedicação e a mudança de atitude deve ser breve: aceitar essa condição é a primeira delas. Portanto, sabendo que vamos ter que tirar ânimo de algum lugar,  que seja do nosso próprio aprendizado: aproveitemos a chance para abrir novas possibilidades! http://giphy.com/gifs/mario-super-64-w4nEJP5lWKEkU  

4- DP da DP existe?

Sim! E como existe! É muito comum ao cursarmos de novo a mesma disciplina acharmos que “já sabemos tudo”, e que estamos ali apenas para fazer protocolo padrão da faculdade, ou então, que na verdade nem precisamos estudar muito, porque afinal de contas já fizemos tudo isso uma vez. E é aí que a gente se engana! Justamente por já termos visto a disciplina é que precisamos vê-la de outra maneira, ou seja, ver o que faltou enxergar da primeira vez! Até mesmo porque se continuarmos com esse tipo de pensamento é quase certeza  que pegaremos DP novamente! O mais importante é lembrarmos que tudo passa, os momentos ruins e as dificuldades também. E lembrar que a atitude agora precisa ser de seguir em frente, afinal, isso não nos faz diferentes de ninguém, pelo contrário: ainda nos coloca em compatibilidade com muitos outros universitários, já que histórias para contar e novas experiências é o que não nos faltam, né? E você? Já pegou DP? Como foi essa experiência?